quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Loucuras

Às vezes, pode até parecer loucura,
Mas não me encontro em mim mesma
Às vezes preciso ir aos outros pra conseguir me reencontrar
Às vezes necessito de um olhar, uma palavra
Pra não parar de caminhar.

Às vezes quando me perco, me perco totalmente
Perco o chão, as forças, o meu "eu"
Viro um nada, mas o pior é que nada também é algo.

Por isso digo que são loucuras o que vivo
São loucuras o que penso, o que faço, o que sinto
Quando vejo o meu nada vejo o meu tudo, o que sou...
... e o que virei a ser...
Ih, será que pirei??
Naiane R. Araujo




Um comentário:

  1. A vida é uma loucura e nós que vivemos somos loucos muito loucos.

    ResponderExcluir